Diário de um músico

vlcsnap-2010-08-29-13h57m27s164

Jimmy Page: músico e visionário

Arte x visão empreendedora

Bem normal, muitos não dimensionarem o quanto é exigido de um músico em certas situações, ainda mais se ele acumula múltiplas tarefas. Pouca folga, numa semana com aulas, mas seria apenas dar aula, depois voltar para o quarto, treinar mais um pouco, e fim? Nada disso! Alunos de diversos níveis, que querem de você um bom trabalho, e confiam em ti para isso, para corresponder aos seus anseios, sonhos, e expectativas. Planejar tudo o que ensinar para cada um, pois uma música, pode gerar bons resultados para uns, mas não para outros.

Alguns alunos essa semana estudaram ‘’Cochise’’ do Audioslave, música com riffs pentatônicos, boa para desenvolver uma habilidade básica, nas cordas graves, pois possui riff repetitivo e bem feito, mas há alunos com outras necessidades, precisando entender o porquê de determinado grupo de acordes funcionar bem juntos, que precisam melhorar a palhetada, improvisação seguindo a harmonia, ou que por problemas pessoais não puderam treinar, e precisam ‘’voltar à boa forma’’, e necessitam de certa ‘’ajuda’’.  Por tudo em ordem, organizando o que aplicar, e até aprender coisas novas, compor, afim de instruir e sanar tais demandas, requer tempo, paciência e certa dose de visão, de quais exercícios, ou ideias, podem gerar resultados mais rápidos, juntamente do fator ‘’satisfação’’ do aluno. Saber improvisar situações em que todos trabalhem em conjunto, mesmo vez por outra, sendo de níveis diferentes, quando por exemplo, um aluno que está aprendendo uns riffs mais estilo thrash, e outro já está começando a improvisar seus primeiros solos,  calham por problemas de horário de ambos, imprevistos, tendo que fazer aula juntos.  Unir cada um, de forma em que ambos possam aprender separadamente, e em dado momento, juntar suas ideias, completando um ao outro ( obviamente, ambos sabendo de determinada situação de encontro de horário, algo esporádico ). No meio desse furacão, planejar melhorias do ambiente das aulas, com melhores condições para todos, além de manter a técnica em dia, pois nada mais estranho, do que alguém te ensinar algo, exigir de ti bastante, se ele mesmo está meia boca, e tentar aprende algo novo, um lick, uma ideia melódica. Para completar, uma excelente notícia: um convite de workshop, mostrando sua visão de ensino, sua visão da guitarra, em que pessoas querem ouvir seu ponto de vista, sua historia, aquilo que você demorou anos investindo, é algo recompensador. Junto da alegria, um certo peso de responsabilidade, de ofertar um bom conteúdo, direto, sem amarras normais feitas por muitos que dizem ensinar música, mas sem soar vazio, ou apenas ‘’mais um guitarrista’’ qualquer. Atender a todas as situações, fazer com que todos fiquem satisfeitos pelo serviço contratado ( afinal, alunos e pessoas interessadas em sua visão, seu conhecimento, contratam o seu serviço ), e queiram tê-lo como alguém que podem confiar, alguém que possua uma marca de qualidade, mesmo não sendo um produto embalado, requer dedicação e jogo de cintura. Há um mundo inteiro por de trás de acordes, solos, e música, que poucos conhecem, que te fazem trabalhar 13h direto, dormir 3 da manhã com o corpo já não correspondendo da mesma forma, mas há também uma satisfação que só que sente, pode saber o quanto é bom…

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 2 de agosto de 2014, em Diário de um músico e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: