Diário de um músico: marketing final

3540358067_e4f2b8b650_z

Suas mãos: seu marketing final

Diário de um músico:

      Semana menos cheia que o normal. Alunos com problemas, dentre eles até de saúde, e inclusive, um resfriado de minha parte, para deixar certas tarefas mais arrastadas. Saber vencer o desânimo em prol de um trabalho bem feito é necessário. Superar a preguiça, o cansaço físico e mal estar, e continuar mantendo o máximo possível, o mesmo nível de dedicação, treinos, e não deixar cair o nível das aulas da semana. Em meio a isso, criar algumas estratégias de propaganda, como forma de divulgar o trabalho e conteúdos que atraiam visitas e futuros alunos, clientes, que precisam ver você ativo e presente, afinal, quem não é visto, não pode ser lembrado. Criar alguns estudos, que possibilitem suprir a demanda de alguns alunos: solar, usando a escala natural, mas de forma coesa e sem ‘’engasgar’’, sem deixar de lado, a visualização da harmonia em questão. É necessário dosar o conteúdo, aos poucos, para uma assimilação concreta do conteúdo, sem ficar algo largado na cara dos mesmos, e não absorvido. Faze-los também, trabalhar em conjunto, ainda mais, quando eles interagem em bandas, etc. Fazê-los não somente mecanizar um padrão, mas tentar direcionar o caminho, e fazê-los raciocinar, e entenderem os porquês de diversos elementos (o porquê dessa nota em tal acorde, o porquê de tal nota não soar bem, etc), mas mostrar na linguagem mais acessível possível, esmiuçando detalhes, sem ser pragmático ao extremo, como se fosse dono da verdade absoluta.

    Não esquecendo também, que o um dia é munido de diversas outras tarefas, dentre elas, os preparos do workshop. Delinear conteúdos, encontrar assuntos, e se questionar quais seriam mais interessantes ao público, que mescla alunos, pessoas já inseridas na linguagem musical, e leigos que apenas admiram. Achar a linha tênue entre os elementos, e fazer do seu trabalho apresentado, uma grande e forte propaganda, que fica na mente das pessoas como uma lembrança bem guardada, uma melodia, um momento de despertar de sensações. Criar satisfação perante o evento esperado, pois o maior marketing/final de tudo, está em suas mãos e em como você trata à música, para ser degustada por cada paladar.

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 9 de agosto de 2014, em Diário de um músico e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. E tem pessoas que ainda tem a audácia de chamar os músicos de vagabundos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: