Cultura para quem?

cultura

    Sabe, há uma certa corrente, que diz que as coisas antigamente eram melhores… e olha, não vou negar que cada dia que passa, as coisas ficam piores. O emburrecimento generalizado, propagado pelos meios de comunicação, e da própria sociedade que muitas vezes se deixa enganar ( não se preocupe, eu sou da sociedade também, e não estou acima do bem e do mal ), está cada vez pior. A arte possui uma infinidade de linguagens, e tem como foco, o processo criativo, que tem o intuito de expressar emoções e ideias. A arte abre os olhos e as portas do coração para emoções novas. A arte, é a permissão do homem (o artista), para que o seu coração, que sente apenas sua alma, sinta uma outra alma, através de uma obra. Isso é capaz de mudar a percepção, e forma de pensar de uma pessoa, ou no mínimo, faze-la pensar! Mas como fazer isso, onde o mundo é cada vez mais imediato, e os meios de comunicação, divulgam uma merda que alguns chamam de arte ( cada um chama do que quiser, né? Posso ter um Pit Bull, e chama-lo de Patolino…), e até mesmo nossos políticos amados, querem nos satisfazer com o famoso ‘’pão e circo’’? Não sabe o que é isso? Vou te explicar: comida de graça, e festinha, é o suficiente para deixar o povo ‘’alienado’’ feliz. Não sacou ainda? Já viu político em época de campanha passeando nas ruas, como se amasse todos, distribuindo brindes fajutos, e eventos meia boca, onde rola um belisquete, enquanto ele discursa? Isso é o suficiente para ‘’cativar’’ a muitos. E antes que pense, não estou chamando a população de burra! Todos possuímos capacidade de reter informações, digeri-las, e chegar a conclusões, mas aí que está a correlação com a arte, que queria fazer: arte, gera conhecimento, e conhecimento, gera questionamentos! Quanto mais se sabe, mais se questiona, mais se busca! Numa sociedade onde a escola não incentiva a leitura ( aprovação automática neles ), salvo pelo esforço de alguns excelentes professores, mas que ficam sem material a disposição dos alunos em bibliotecas, onde o teatro mais perto, fica na puta que vos pariu da encruzilhada do inferno, e às vezes caro, o que torna tal arte elitizada. Aqui onde o ensino da música nas escolas ( quando possuem esse milagre), é automatizado e um saco, que não faz ninguém pegar gosto pela mesma e querer conhecer mais sobre esse universo. Não é obrigar alguém a tocar um instrumento! Isso é patético! Mas dar a opção, sim! E o melhor: mostrar música boa, de qualidade, o porquê delas, em que contexto se incluem, muitas com letras inteligentíssimas, e melodias belas. Incentivo a dança, mas danças com beleza, e não vulgaridade, onde o rabo é um ser autônomo, que tem quase vida própria, programas de TV com bons debates, informações boas, novelas com boas histórias, mas aí… pra quê? É bem melhor, manter uma população com uma visão de cavalo, que só olha para frente, e não vê o que está ao seu redor. Não visualiza exemplos? Ok. Veja o que é vomitado sobre nós a cada dia: na leitura, existem por exemplo, jornais de circulação, com linguajar chulo até onde ‘’os menó’’, ‘’as mina’’, e outras palavras de péssima escrita, são colocadas como normais. Teatro, não possue estrutura muitas vezes, apoio aos atores, necas, e os bons teatros, são de difícil acesso, logo, exclui mais do que aproxima. A música passa por um período de putrefação, onde um retardado ‘’rimar’’ uísque com água de coco, tchu tchu tchã, lepo lepo, pagodes com letras de amor pífias, que possuem a maturidade de uma adolescentezinha que fica com a calcinha molhada ao ver Luan Santana na tv, e onde umas das piores coisas que a humanidade já viu, o funk carioca, vira patrimônio cultural, com suas letras que incentivam o sexo de forma animal ( perdão, os animais fazem por instinto, e com um sentido, ofendi os animais), e outras coisas piores. As danças ‘’da moda’’ viraram passinho do romano, do kuduro, quadradinho de 8, triângulo do inferno na terra, em que beleza, delicadeza de movimentos, passos estudados, dão lugar a vulgaridade, briga de bundas, sarrações em conjunto, e etc. A tv, então, puta que pariu! Repare nas novelas: a quanto tempo você não vê uma com uma história boa? Há sempre um núcleo pobre, mas feliz, um podre de rico, mas sempre com uma pessoa mal caráter, um casal lindo, que vai se separar umas 3 vezes, mas no fim, ficará junto, ai que lindo! Fora programas como Big Brothers da vida, ou ‘’Esquentas’’, onde promovem que morar na favela e ser pobre é legal e feliz. Ensinar a ser assim, sem uma perspectiva é show! . Isso, apresentado por você sabe quem, que mora no Leblon. O conhecimento muda! E não dar acesso a ele, é a melhor forma de domar a sociedade, e fazer com que o potencial das pessoas, seja deteriorado. Pão e circo. Nessa hora, me vem à cabeça, uma ótima letra de rock ( não me venha falar que essas porrinhas de pseudo intelectuais rockers de hoje são inteligentes ), do Titãs, que em 87, já dizia bem o que as pessoas que não aguentam mais essa bolha essa bolha querem:

‘’ Bebida é água!
Comida é pasto!
Você tem sede de que?
Você tem fome de que?…

A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte…

A gente não quer só comida
A gente quer bebida
Diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida
Como a vida quer…’’

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 23 de dezembro de 2014, em Música e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: