Determinação é melhor do que motivação

Marty Friedman live show

    Li uma vez sobre isso, e achei super interessante: se você esperar estar motivado para fazer algo, estará fodido. Desculpe o palavreado, mas é bem isso. É só você lembrar de quando você era criança, e tinha que acordar cedo para ir para a escola, e ter contato com umas matérias que você nem tinha noção para que serviam na época, e o porquê de ter que estudá-las. Mas você era ”obrigado” a ir. Com certeza o conhecimento adquirido nessa fase, te deu base, para sentir-se motivado a estudar outras coisas que você tenha paixão, vocação, etc, e aqui que quero chegar: uma certa ”obrigação” foi necessária, para chegar a motivação. Vamos adaptar isso ao mundo da música, e uma questão que está no dia a dia de muita gente, que é sentir-se disposta a tocar, treinar, etc. Não vou entrar no âmbito do tempo, pois já falei em postagens anteriores, que não acredito nesse papo de não ter tempo, pois se for para trabalhar mais tempo e ganhar extra, para ir encontrar a namorada (o) e ter uma noite de amor, ou ir tomar uma cervejinha com amigos, todo mundo tem tempo. Então repito o que disse no começo: se você esperar estar motivado a treinar, está fodido. Você quer ter sua banda, tocar as músicas da sua banda favorita, fazer shows, ter uma técnica melhor, mas até chegar nisso, e ter aquela baita motivação para estudar mais e mais, demora, pois a vida não vai te ajudar muito, e sempre terá fatores que vão te cansar, te deixar mais pra baixo, etc. Então, que os seus estudos na guitarra sejam uma ”obrigação” de começo, e sempre, pois esse costume vai prevalecer. Com os avanços adquiridos, você ficará feliz e por fim motivado a dar continuidade, e quando faltar essa motivação alguns dias, o costume prevalecerá, e se você não o fizer, sentirá uma certa culpa. Solte em si, o dispositivo da iniciativa, pegue e faça! Você quer tocar Iron Maiden? Ok! Saiba que terás que dominar técnicas como hammer-on e pull-offs, além de ter uma boa palhetada para bases, então mãos a obra e vá atrás disso. Se quer improvisar muito bem, será ótimo ouvir muita coisa, pegar linguagens, testar sobre acordes, então, estude licks, escalas, articulações e teste sempre em bases, para digerir essas informações e desenvolver sua linguagem, e não ficar com um monte de licks embaixo dos dedos sem saber aplicar. O caminho para chegar a uma fração desses objetivos são longos e podem não animar muito, mas os resultados te trarão ânimo e motivação depois. Faça as coisas por você e pra você, visando resultados a médio e longo prazo. Tudo que você fez na vida, levou tempo, e demandou processos que são ”obrigatórios”: para ter uma formação mínima, você estudou anos e anos em escolas, acordando cedo em dia de chuva. Para chegar a um emprego, provavelmente você ralou um bocado em estágios, e treinamentos, que te davam vontade de matar um. Para conseguir um namoro longo, ou casamento, você passou por muito aborrecimento para ajeitar as arestas que sempre têm no convívio a dois. E provavelmente você não deixou de viver nada disso, cumpriu essas ”obrigações” até chegar aos bons ”resultados”. Então, esqueça as desculpas, pois elas nada mais servem do que alimento para futuras frustrações.

 522369_365152026909512_429593611_nkkkk      Herick Sales, músico e professor a mais de 10 anos.

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 30 de março de 2015, em Música e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: