Faça o melhor com aquilo que você tem!!!

10415710_634625973295448_2753059431489390429_n

   Já falei em outras postagens, sobre buscar fazer as coisas que te fazem bem, e não ter tanta frescura com equipamento, mas vou trazer uns comentários de alunos nesse texto, e até mesmo pensamentos que já tive muito! Muitas vezes damos uma desanimada por não termos aquela PRS ultra fodástica, com aquela pedaleira gigante, que aperta um botão sai delay, reverb de mola, wah wah, flanger, cafezinho, empada, etc, e um pequeno muro de Marshalls, mas como disse o mítico Hélcio Aguirra, ”quem é que tem isso tudo em casa?”. Faça o melhor com o que você tem! É fundamental ter metas para buscar coisas melhores, adequadas às necessidades, mas desde agora, já, faça o melhor com o que você tem! Se sua guitarra é apenas razoável, e desafina vez por outra com bends fortes, foda-se! Afine e volte a tocar! Se ela está meio capenga precisando de uma regulagem, organize-se para ter essa despesa, mas não deixe de tocar por isso. Um captador falha? Use o outro. Se ela está toda arrebentada, legal: você tem uma guitarra personalizada, com as marcas de seus estudos e avanços. Se sua pedaleira é simples, com um botão quebrado, dane-se isso! Configure-a dentro do possível, e toque! Se nem isso você possui, ligue no ampli direto, mesmo com distorção estranha, mas toque, e faça o seu melhor com ele! O ambiente que você possui para treinar é bagunçado, arrume-o se puder, e se não puder fazer barulho na hora, toque baixo, use fones, mas faça! E não se compare a outros músicos nesse sentido! Cada um tem uma vida, uma história. Há músicos que todos nós sabemos que ralaram menos, e tiveram acesso a instrumentos tops logo de cara, mas…sorte a deles, que tiveram quem bancasse, não? Vai saber se eles não tem outros problemas que faria você não querer estar na pele deles.  Vejo um exemplo do excelente John 5, que possui uma carreira sólida, estilo único e uma coleção imensa de telecasters lindas! Tudo do bom e do melhor, mas para cada conquista na carreira, o mesmo disse que perdeu um membro da família. Exatamente isso! Você gostaria de passar por algo assim? Então, viva a sua história, e não se lamente por não ter tudo do bom e do melhor agora. O melhor tem que ser você! Juninho Afram, já disse em entrevistas ter começado usando um simples Giannini , e pedais que ele mesmo fez, apelidados de ”pedais de (d) efeito ”. Steve Morse começou com uma guitarra alugada ( porra, isso existe? ), que mal afinava. A técnica e o talento, eram deles, e nada, trastes, madeira, cordas, nada, os impediu de galgar sua arte, lapidá-la, aprender mais e mais e aos poucos ir conquistando melhores equipamentos. Mas hoje mesmo, faça essa promessa a si: fazer o melhor possível, com aquilo que você tem agora, pois tem gente que nem isso possui, e lembre-se: ao tocar um instrumento, é sua alma quem fala. Não cale essa voz, de forma alguma!

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 14 de abril de 2015, em Música e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: