Inovação, capacitação e divertimento!

Jeff Beck

Carreira exemplar! Inovação e talento!

    Um serviço é um atividade oferecida para venda, ou agregada a um produto, e é muito importante compatibilizar o conhecimento de negócios, com as oportunidades existentes no mercado. Como disse em outros posts, ao fazer um show, você presta um serviço, e ao vender seu material ( cd, camisa, etc ), há um produto agregado, e saber avaliar o mercado da música a sua volta, torna-se de grande valia para buscar maiores êxitos. Um músico de extremo tino visionário, é Jeff Beck, que soube avaliar o que rolava no mercado em cada época, e foi incorporando em seu som, sem se descaracterizar, além de ir melhorando mais e mais tecnicamente. Na virada dos anos 60 para 70, seu som era totalmente voltado para o blues rock característico da época, como pode notar abaixo:

    Já no meio dos anos 70, buscando vôos maiores, incorporou ao seu som o fusion, porém, manteve sua pegada blues, tornando-se um dos ícones do gênero que começava na época:

    E chegou ao cúmulo para alguns, de no fim dos anos 90, com pé nos anos 2000, incorporar a música eletrônica no seu currículo:

    Com isso, podemos fazer um paralelo com o empreendedorismo, sobre como se firmar e conseguir sucesso nos negócios, como vemos abaixo, adaptado de ” O Guia PEGN – Pequenas Empresas & Grandes Negócios ”.

  • Excelência: considerar-se um ”concorrente”, tentando ser melhor a cada dia;
  • Cooperação: fazer parcerias, e juntar esforços com outras pessoas;
  • Apoio da família e amigos: essa parte é complicada, mas sempre ajuda;
  • Criatividade e inovação: questione sempre aquilo que faz, procure sempre melhorar e inovar;
  • Foco no cliente: claro que sua música precisa agradar primeiro você, porém, é bom ouvir seus fãs, quem curte seu som;
  • Visibilidade: divulgue-se! Apenas tocar bem não adianta!
  • Capacitação e conhecimento: invista muito nisso para você, e cobre de sua banda!
  • Autonomia: busque soluções próprias. Não espere que alguém venha resolver tudo para você;
  • Divertimento: faça disso, da sua banda, da sua música, seu divertimento, para que tudo seja verdadeiro, e menos cansativo.

    Complete a uma pesquisa dos artistas que você admira, e suas vitórias, e me diz depois se Jeff Beck, intencionalmente ou não, não trouxe para si muito bem os conceitos de inovação, capacitação e divertimento. O próprio disse, em entrevista, que ao ver Hendrix tocar, sacou que teria que ter um jeito de tocar único para se destacar. Deixo abaixo um vídeo que acho que comprova tudo isso. Ser gênio ajuda, mas não custa se espelhar, né?

Anúncios

Sobre hericksales

Guitarrista, professor de guitarra e violão a 11 anos.

Publicado em 8 de julho de 2015, em Música e empreendedorismo e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: